Menu

TV FASP.

ARTIGOS DOS COLUNISTAS.

Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges

Autor: Antonio Tuccílio, presidente da Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP



O texto da reforma da Previdência Social está em vias de ser apreciado no Congresso e há risco de ser aprovado com diversos pontos controversos. Um deles trata da pensão por morte.

 

Se aprovada a nova Previdência, a pensão por morte será reduzida. Hoje, ela é de 100% para segurados do INSS, respeitando o teto de R$ 5.839,45. Para os servidores públicos, além deste percentual, o segurado recebe 70% da parcela que superar o teto. Com as mudanças, o valor parte de apenas 50%, aumentando em 10% para cada dependente, o que por si só não faz sentido algum, pois idosos raramente têm filhos menores de idade.

 

Pense no seguinte caso: o segurado idoso recebe R$ 2 mil de aposentadoria. Ele morre, deixando viúva, também idosa. Ela não tem filhos até 18 anos que lhe proporcione acréscimo de míseros 10% na pensão. Ou seja, ela passará a receber apenas R$ 1 mil mensais de pensão. Com esse valor, ela precisará pagar alimentação, contas básicas (água, luz, telefone, gás etc), além do convênio médico, que costuma ser o item mais caro nos gastos dos idosos.

 

Outro ponto crítico diz respeito ao acúmulo de pensões. Após a reforma, não será mais permitido acumular pensão por morte e aposentadoria de forma integral. Será mantido o benefício de maior valor, e o outro será limitado a determinado percentual, conforme a soma dos valores. Quanto maior a soma dos benefícios maior será este limite: 80% até 1 salário mínimo; 60% entre 1 e 2 salários mínimos; 40% entre 2 e 3 salários mínimos; 20% entre 3 e 4 salários mínimos; E zero acima de 4 salários mínimos.

 

Pensão e aposentadoria são direitos distintos, de acordo com os artigos 226 e 227 da Constituição Federal. Na ânsia por economizar, a equipe do ministro Paulo Guedes esquece de considerar a lei fundamental e suprema do Brasil.

 

Além disso, a equipe econômica não leva em conta, como já é de costume, os aspectos sociais envolvidos. De que vale uma reforma da Previdência que supostamente visa o equilíbrio fiscal se esta influencia diretamente para que idosos passem por problemas financeiros, logo quando mais precisam estar amparados?


Antonio Tuccílio, presidente da CNSP

Notícias

Plenário rejeita destaques individuais à PEC da reforma da Previdência

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou há pouco, por 345 votos a 22, a admissão dos destaques simples, apresentados individualmente pelos parlamentares, ao texto principal da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 6/19) da reforma da P...
Leia mais

Título

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
Escreva aqui seu post ...
Leia mais

Pouca massa muscular pode indicar risco de morte para idosos

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
Idosas com pouca massa muscular podem ter até 63 vezes mais risco de morrer do que mulheres acima de 65 anos sem essa condição física, revela estudo desenvolvido na Universidade de São Paulo (USP). Nos homens, a mortalidade pode ser 11,4 veze...
Leia mais

Saúde e OMS fazem mobilização nacional contra hanseníase

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
O Ministério da Saúde, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a fundação japonesa Sasakawa firmaram esta semana uma parceria para o lançamento, em 2020, de mobilização nacional sobre a hanseníase. A doença ainda enfrenta uma série de ...
Leia mais

Câmara aprova direito de mãe amamentar filho durante concurso público

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (9) uma proposta que assegura às mães o direito de amamentar filhos de até seis meses de idade durante provas de concursos públicos. Para garant...
Leia mais

Bolsonaro sanciona, com vetos, lei sobre proteção de dados

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
Foi sancionada a Lei 13.853 de 2019, que altera a Lei Geral de Proteção de Dados (13.709 de 2018). Publicada na última terça-feira (9), a norma flexibiliza alguns pontos da LGPD e cria a Autoridade Nacional de Proteção de Dados. O presidente...
Leia mais

Paraty sedia de hoje a domingo a 17ª edição da Flip

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
A 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) começa hoje (10) e vai até o próximo domingo (14).A sessão de abertura do Programa Principal da Flip será na noite desta quarta-feira, às 19h, no Auditório da Matriz, com a mesaCanudos,...
Leia mais

Inflação oficial é de 0,01% em junho, diz IBGE

10 JUL 2019
10 de Julho de 2019
A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 0,01% em junho deste ano.Ela é inferior ao 0,13% de maio e ao 1,26% de junho do ano passado. É o menor percentual mensal desde novembro de 2018 (-...
Leia mais

Sérgio Moro nega parcialidade e descumprimento da lei em atuação como juiz

03 JUL 2019
03 de Julho de 2019
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, voltou a afirmar que não foi parcial nem infringiu nenhuma lei em sua atuação como juiz na primeira instância na Operação Lava Jato. Ele falou nesta terça-feira (2) por sete horas ...
Leia mais

Previdência: relator pode apresentar ajustes em parecer complementar

03 JUL 2019
03 de Julho de 2019
O presidente da comissão especial da reforma da Previdência (PEC 6/19) na Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), dissehoje(3) que o relator Samuel Moreira (PSDB-SP) pode apresentar ajustes na redação de alguns pontos do voto complementa...
Leia mais